L
 
L'allegria è d'ogni male il rimedio universali.
Quem canta seus males espanta.

L'amor è pazzo e cieco.
O amor é cego.

L'apparenza inganna.
As aparências enganam.

La prudenza non è mai troppa.
Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.
Cautela nunca é demais.

La scheggia ritrae dal ceppo. 
De tal pedaço, tal retraço.

La vecchiaia è una grave soma.
A velhice é um pesado fardo.

La vita è breve e l'arte è lunga.
Longa é a arte, curta é a vida.

Le bugie hanno le gambe corte.
A mentira tem perna curta.

Le cattive compagnie conducono l’uomo alla forca. 
O mau sempre cuida em enganos.
Quem com porcos anda, aprende a grunhir.

Le disgrazie non vengono mai sole. 
Um abismo atrai outro.
Uma desgraça nunca vem só.

Le parole sono femmine e i fatti sono maschi. 
Atos, não palavras.
Obras falam, palavras calam.

L'erba del vicino è sempre più verde.
A cabra da vizinha dá mais leite que a minha.

L'occhio del padrone ingrassa il cavallo.
Fazenda, teu dono te veja.
Patrão fora, dia santo na loja.
Onde não vai o dono, vai o dolo.

L'ozio è il padre di tutti i vizi.
O ócio é o pai de todo vício.

L'uomo si conosce al bicchiere.
O vinho é o espelho da alma.

Siga-nos

Newsletter

Receba nossa newsletter. Inscreva-se aqui